Sem distinção e pela igualdade: SCI supera média nacional e aposta nas mulheres em seu time

Sem distinção e pela igualdade: SCI supera média nacional e aposta nas mulheres em seu time

Escrito em 08/03/2019
SCI SISTEMAS CONTÁBEIS


As mulheres seguem sendo minoria (44,5%) no mercado de trabalho e continuam recebendo menos (28%) que os homens - mesmo em cargos semelhantes. É o que apontam dados divulgados recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além destes fatores negativos, a presença feminina em cargos de confiança também é inferior à masculina. Segundo o estudo "Panorama Mulher", desenvolvido pela instituição de ensino Insper e pela consultoria Talenses, as mulheres ocupam pouquíssimos cargos de confiança em empresas comandadas por homens: em apenas 18% dos casos encontram-se na vice-presidência, 23% em cargos de diretoria e 10% em cargos de conselho.

Quando o comando é feminino, porém, os números praticamente dobram - mas seguem abaixo da igualdade: 34% na vice-presidência, 45% na diretoria e 41% nos cargos de conselheiros. Para especialistas, os números ilustram a realidade machista do universo corporativo.

Tais condições são vistas por muitos como mais um obstáculo (entre os inúmeros existentes) no caminho rumo à igualdade dos gêneros no mundo corporativo. Mas será que o discurso igualitário, tão promovido nos dias atuais, acaba de fato refletindo na realidade das empresas?

Em alguns casos, a resposta é positiva. Localizada em Blumenau (SC), a SCI Sistemas Contábeis, desenvolvedora de softwares voltados as empresas de contabilidade, têm trabalhado arduamente para garantir a igualdade de gênero em sua corporação.

A empresa conta atualmente com mais de 250 colaboradores, sendo quase metade das vagas ocupadas por mulheres (43,2%) e caminha rumo ao objetivo de igualdade. Nos cargos de confiança (liderança), os números também superam a média nacional, e 43% dos líderes são do sexo feminino.

A presença do público feminino na realidade da empresa de tecnologia também se reflete em seus usuários, onde as mulheres são a grande maioria: segundo dados internos, cerca de 60% dos profissionais que fazem uso dos sistemas SCI são mulheres - o que demonstra a crescente do público feminino nas ciências contábeis.

"As mulheres têm apresentado um grande potencial neste universo da tecnologia e da contabilidade", destaca Elinton Marçal, diretor de tecnologia e marketing da empresa. "A SCI enxerga nelas profissionais de qualidade, que tem muito a agregar à nossa empresa e ao mercado como um todo".

Além de garantir a presença das mulheres em sua corporação, a SCI Sistemas Contábeis também adota mecanismos que garantem a igualdade de salários entre os profissionais - sem distinção de gênero.

"Nós não acreditamos que haja motivos para que homens recebam mais que mulheres que realizam o mesmo trabalho", defende Everton Marçal, diretor administrativo da SCI. "Não é o gênero que define a competência, portanto é um assunto que sequer é cogitado em nossa empresa. A SCI adota uma postura 100% igualitária e elimina a distinção salarial por completo".

A SCI pretende aumentar a presença feminina em sua corporação de maneira significativa após a inauguração da ampliação de sua estrutura, localizada defronte à sede atual da empresa. De acordo com as estimativas da diretoria, cerca de 300 novas vagas serão abertas, que acabarão refletindo em novas oportunidades para o público feminino e masculino: basta ter comprometimento e competência.
Campanha nas redes sociais

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, a SCI Sistemas Contábeis está promovendo uma campanha no Instagram. A iniciativa tem como objetivo empoderar e promover as qualidades das mulheres participantes, bem como enaltecer figuras femininas que servem de exemplo para elas. 

Para participar, basta acessar o perfil oficial da SCI na plataforma (@sci_sistemas_contabeis), compartilhar as publicações da campanha e interagir. Participe!